Esta é a lenda do Castelo de Noudar, em Barrancos. Contaram-nos que nos subterrâneos do Castelo de Noudar vivia uma triste moura que se passeava à sombra dos freixos dos rios (Ardila e Múrtega), mas que ao menor sinal suspeito transformava-se em serpente e desaparecia por qualquer buraco. Segundo a lenda, o encantamento da moura vem d’um desgosto sofrido, pelo facto do seu irmão ter apunhalado uma grande amiga dela…